quinta-feira, 17 de abril de 2014

Eles Não Usam Black Tie

Ontem também tivemos na Bienal do Livro de Brasilia, a apresentação do texto de Gianfrancesco Guarnieri "Eles Não Usam Black Tie", pelos atores do Grupo Semente Cia de Teatro, dirigido por Valdeci Moreira de Souza e Pai Ricardo César. Um lindo e emocionante momento de um grande texto teatral. Outro momento mágico foi poder acompanhar um papo prá lá de astral entre Humberto Pedrancini e Mãe BaianaAdna Santos), momentos de intensa beleza e astral.
Fotos ©Ògan Luiz Alves









Alunos que foram à Bienal do Livro em Brasília puderam conversar com Mães de Santo sobre nossa religiosidade e comunidade.

No dia 16/04/014, na Bienal do Livro em Brasília no stande da SEPIR-DF, tivemos mais uma RODA DE CONVERSA GRIÔ, onde Iyálóòrísás junto com Ejédjís conversaram com alunos da rede de ensino sobre nossa religiosidade, cultura e comunidade. Participaramda roda de conversas as mães: Mãe Akinyn, Mãe Ana de Òsun (Anaildes) , Ekédjí Mirian Araujo, a Bia - pelas jovens de terreiro e Bia pelas crianças de terreiro,
                                                                                   Fotos ©Ògan Luiz Alves
                           














sexta-feira, 21 de março de 2014

Assim que soube da possibilidade de uma de nossas imagens da Prainha ter sido depredada liguei para Mãe Baiana e Ojú Obá - SEPIR-DF e fomos para lá para averiguarmos o que tinha acontecido. Felizmente fora um alarme falso( um amigo entendera errado uma matéria que foi veiculada em uma rede de televisão). Mas o que encontramos nos deixou muito felizes pois a Prainha está muito limpa, lixo recolhido sem papeis no gramado, os pedestais sem restos de velas ou utensílios, tudo devidamente catado e limpo. Encontramos também junto ao lixo que está á espera de colheita uma capivara morta que fora arrastada até o monte de lixo para também ser recolhida. nenhuma anormalidade fora detectada. Aproveitamos para aqui fazermos um agradecimento a equipe do SLU que está responsável pela limpeza do local é muito bom vermos um espaço destinado á nossa religiosidade tratado com respeito! Ògan Luiz Alves - Coord. do FOAFRO-DF

                                                                   Fotos ©Ògan Luiz Alves











sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014


 Subsecretário de Ações Afirmativas e Comunidades Tradicionais da SEWPIR-DF o Pai Ojú Oba Sílvio Morais
 
 
Dia 06 de fevereiro tomou posse como Subsecretário de Ações Afirmativas e Comunidades Tradicionais da SEWPIR-DF o Pai Ojú Oba Sílvio Morais., ponto para nossa comunidade. A SEPIR tem ainda em seus quadros a Mãe Patricia Ahualli e Mãe Baiana — com Ojú Oba Sílvio Morais.

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

LUZ NO FIM DO TÚNEL!?

   Maranhenses lotam os corredores da Câmara dos Deputados para acompanharem a votação do projeto de emancipação de diversos municípios do estado. Se for aprovado o projeto criará mais de 30 municípios naquele estado.


                                                                                             foto Ògan Luiz Alves

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Mãe Baiana tira barco em uma bela festa onde reinou muita emoção.

Doné Márcia de Òyá, tira seu primeiro vodunci. Parabéns à casa que seja de muitos frutos e prosperidade!


quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Mais um ato de intolerancia!

Fonte:  Jornal Folha Popular



*Foto: Imagem de Exú coberta durante uma vigília evangélica no Centro de Referencia da Cultura Afro-Brasileira

A ação do grupo evangélico que cobriu imagens de orixás, derrubou esculturas artísticas e virou contra parede quadros que fazem alusão aos símbolos de matriz africana na cidade Lauro de Freitas, no ultimo dia 09 de novembro, desperta a sociedade, as autoridades religiosas e políticas para um importante debate que não pode mais ser ignorado. O ódio religioso.

A tentativa de negar as variantes africanas no Centro de Referencia da Cultura Aro-Brasileira se constitui numa grave ameaça a constituição e pode ser o anunciar de uma crise social que pode trazer consequências terríveis a sociedade se as autoridades instituídas não tomarem providencias enérgicas e imediatas.

Cobrir as imagens dos orixás e virar os quadros pra a parede é negar a essência de um povo. É destruir a história de homens e mulheres que durante séculos pautaram suas vidas na luta contra o racismo e a escravidão.

A interferência de vereadores na condução de ações religiosas precisa ser debatida de forma séria pela mesa da Câmara Municipal pois este estopim do ódio pode correr o risco de ter sido gerado a partir da ação de um parlamentar.

E por fim, o executivo precisa a partir do Departamento de promoção da Igualdade Racial, Secretaria de Cultura, Conselho Municipal de promoção da Igualdade e Secretaria de Mulheres propor um debate que assegure a livre manifestação da fé, ao mesmo tempo em que garanta a integridade de símbolos sagrados, dos espaços de referencia e do patrimônio material e imaterial de um povo que de forma pacifica e ordeira vem construindo os pilares dessa nação.

Ricardo Andrade
Gerente de Ações Afirmativas do DPIR
Coletivo de Entidades Negras

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

III CONAPIR

Terminou hoje os trabalhos da III CONAPIR em Brasília. com a participação de mais de 1500 pessoas o evento contou com a presença da Presidenta Dilma na abertura oficial.






































Free Blog Counter